Democracia em Vertigem | Pedro Bial e governo criticam filme e diretora

0

O documentário “Democracia em Vertigem” tem ganhado a atenção de todos nesses últimos tempos, após ser indicado ao Oscar, o longa foi tanto criticado por muitos quanto elogiado e ovacionado por outros. O filme da cineasta Petra Costa (“Elena“) foi alvo de falas do apresentador Pedro Bial, que o definiu como uma “ficção alucinada“.

Eu dei muita risada. É um ‘non sequitur’ (Do latim: ‘não se segue‘) atrás do outro. Tira conclusão de que algo leva a outro sem a menor relação causal. O filme vai contando as coisas, me desculpem a expressão, num pé com bunda danado.” afirmou Bial. Ele ainda definiu a narração de Petra como insuportável e parecida com choro.

Petra Costa, a diretora do documentário. “Brasil 247”.

Apesar de seus comentários, Bial afirmou que entende a indicação do filme ao Oscar e que ele deve ganhar. Outras críticas vieram por parte de uma conta oficial do Governo Federal, que chamou Petra costa de uma “militante anti-Brasil”.

A conta oficial da Secom respondeu, com um vídeo, diversas falas da cineasta durante uma entrevista ao canal estadunidense PBS. No Twitter, a conta ainda afirmou, em inglês, que a diretora mancha a imagem do Brasil.

O próprio presidente Jair Messias Bolsonaro já criticou o documentário, o definindo como “porcaria” e “ficção“, mesmo não tendo o visto.

O documentário acompanha o processo de impeachment contra a presidente Dilma em 2016 e os eventos que levaram ao mandato de Jair Bolsonaro. Ele pode ser visto na Netflix.

Ouça o nosso podcast: